Especialista em vendas indica como liderar uma equipe em momentos de crise: como não perder lucros?

Atualizado: Nov 3

No mundo corporativo a frase “crises são oportunidades” é bastante conhecida. No entanto, é preciso ter cautela e entender exatamente o que essa expressão quer dizer e o que fazer com ela. Ainda mais para o empreendedorismo, em que tudo é muito relativo.

Entenda como mentorias de liderança podem ajudar!

Crises podem desestabilizar colaboradores, equipes e toda a organização. Sendo assim, para continuar tendo sucesso nestes momentos, é fundamental ter sensibilidade e equilíbrio.

Sem pessimismo exagerado, tampouco otimismo em excesso. Uma coisa é certa: crises sempre vão acontecer, sejam elas financeiras, políticas, sociais ou sanitárias, como a pandemia do coronavírus.

A questão é como os líderes conseguirão manter o ritmo e conduzir seus liderados a bons resultados. O líder, portanto, tem um papel fundamental nestes momentos para não deixar que tudo desande.

Pelo contrário, para tranquilizar as equipes, traçar estratégias e conduzi-las para o sucesso. É o agente principal para manter o engajamento dos colaboradores e minimizar os riscos para a empresa.

A seguir, listamos algumas dicas de como ser um bom líder em momentos de crise. Explicaremos tudo que precisa saber para motivar e lidar de forma estratégica com a situação.

Tudo isso sem perder a empatia, equilíbrio e controle da situação. Lembrando que crises não necessariamente são externas. Pode ser um momento difícil da empresa, o que coloca medo e angústia nos colaboradores.

Entenda como lidar com esse tipo de situação e muitas outras. Acompanhe!

Como ser um bom líder comercial em épocas de crise?

Nada testa líderes como as crises. Nestes momentos, os pontos positivos e negativos do profissional vêm à tona - sendo esta uma oportunidade para um líder se destacar ou perder seu posto na organização.

Para ter sucesso nestes períodos, o profissional deve demonstrar, acima de tudo, a capacidade de superar desafios. É preciso reforçar comportamentos positivos, fortalecer a relação com os colaboradores da equipe, ser um bom comunicador, empático e conseguir minimizar os impactos negativos.

É uma tarefa complicada. No entanto, um líder profissional, que tenha maturidade, transparência e engajamento, consegue ultrapassar a turbulência com mais tranquilidade, sem perder os resultados de vista.

Um líder comercial é ainda mais importante, tendo uma excelente oportunidade para se destacar. Afinal, esse departamento está diretamente relacionado com o sucesso e faturamento das organizações.

Neste caso, o mais recomendado é que os profissionais em posição de liderança durante as crises mantenham o foco em pessoas, mas sem deixar os resultados de lado.

Isso porque nestes momentos, as pessoas estão cheias de incertezas e preocupações, buscando apoio pessoal e profissional. É preciso ter empatia, respeito e ser cauteloso com o relacionamento organizacional.

O especialista em vendas, Mário Rodrigues, CEO da IBNVendas, em crises, somente garantir boas comissões como forma de motivação, não é a saída mais inteligente e eficaz.

É necessário implementar ações mais efetivas, considerando o cenário difícil em que todos estão passando. Cabe ao líder manter a equipe comprometida com as metas da organização. Como? É isso que um bom líder precisa encontrar - uma maneira de motivar e conduzir o time ao sucesso em meio a grandes turbulências.

Vamos às dicas!

Seja sincero!

Em momentos de crise, o líder não pode perder a confiança de seus colaboradores. Então, o mais indicado é que os líderes sejam sinceros e abram o jogo com os profissionais.

Como dissemos, sem otimismo ou pessimismo em excesso, apenas a verdade. Depois de explicar a situação e os impactos que a crise trará à organização, o líder deve dizer o que a empresa está fazendo para ultrapassar este desafio.

O mais recomendável é deixar os colaboradores informados e tranquilos na medida do possível, assim o líder tem a confiança do seu time.

Crie um ambiente corporativo agradável

Um ambiente corporativo agradável torna o dia a dia mais produtivo. Sendo assim, o líder deve priorizar um clima harmonioso, que dê espaço para todos os colaboradores se expressarem e tirarem suas dúvidas.

Um local pesado, com o clima tenso e de medo não ajudará ninguém a continuar trabalhando com tranquilidade.

Revise metas e objetivos

Um bom líder de vendas deve entender que ao surgir uma crise, o poder de compra das pessoas e empresas pode diminuir drasticamente. Portanto, não adianta colocar metas inalcançáveis.

É preciso ajustar os objetivos, metas e comissões ao momento que está sendo vivido. "A principal meta durante uma crise, é sair dela!" O líder deve definir e direcionar o como fazer isso.

Ao trabalhar muito e não conseguir - por fatores que não estão sob seu controle - atingir uma meta, o profissional se frustra e perde a motivação.

Desta forma, essa deve ser uma das primeiras ações do líder ao notar a aproximação de um momento difícil.

Seja um líder proativo

Em outras palavras, seja um exemplo. Um bom líder deve ser sempre proativo, em momentos de crise este aspecto deve ser ainda mais explorado pelos profissionais. Essa atitude costuma inspirar a equipe a ser proativa também.

Além disso, estar sempre disposto a ajudar é fundamental em situações que além do profissional, devemos estar atentos ao lado pessoal de cada colaborador. Num cenário de turbulência, o ideal é manter o contato frequente com o time.

Assim saberá o que está desmotivando os profissionais e o que pode ser feito para tornar a situação mais tranquila. Dica importante: deixe claro que você está disponível para os vendedores.

Lembre eles de que se precisarem, você está disposto a ajudá-los e escutá-los.

Mantenha uma visão a longo prazo

Muitas pessoas se desesperam durante as crises e acabam tomando péssimas decisões. O ideal é compreender que a situação está difícil, mas vai passar. Então, não é recomendável abrir mão de ativos e investimentos estratégicos.

Muitas vezes é necessário, por exemplo, um corte de gastos momentâneo, o que normalmente não é nada agradável. Basta ter cautela e objetivos cláros para cada decisão, não apenas reação. Além disso, um bom líder deve proteger seus colaboradores.

As decisões devem ser tomadas rapidamente, sem deixar que a situação se torne ainda mais preocupante.

Conte com a IBNVendas

O especialista em vendas, Mário Rodrigues, é CEO da IBNVendas e usa todo o seu conhecimento prático e teórico para ajudar profissionais do setor comercial. Para líder, além de cursos, oferecemos mentorias de vendas especializadas.

Nesta opção, o líder é acompanhado de forma individualizado pelo Mário Rodrigues, o qual dará conselhos e ensinará na prática como ser um bom líder comercial.

Entre em contato ou acesse nosso site para saber mais sobre nossos serviços!